E-commerce nacional: mulher usando notebook e segurando um cartão de crédito

E-commerce nacional atingiu 10% do varejo total

Mesmo diante dos desafios econômicos enfrentados em 2023, com a inflação e os juros em alta, o e-commerce e o varejo nacionais surpreenderam com resultados extremamente positivos. 

Essa resiliência demonstra a força e a adaptabilidade do setor diante de adversidades, consolidando ainda mais a importância do comércio eletrônico no cenário atual.

Manter-se atualizado com os dados e pesquisas do mercado é vital para o sucesso de qualquer loja ou marca de roupas. Aqui na R. Baccin, estamos comprometidos em trazer as informações mais recentes e relevantes para nossas clientes e parceiros.

Neste artigo, vamos explorar os insights da pesquisa anual “E-Shopper Barometer”, realizada pelo Grupo Geopost, que revelou dados significativos sobre o comportamento dos consumidores online. 

Destacaremos como o e-commerce nacional alcançou um marco impressionante, representando 10% do varejo total, com um foco especial no aumento das compras de roupas e outros itens de moda. Boa leitura!

O consumidor do e-commerce nacional

A pesquisa “E-Shopper Barometer”, conduzida pelo Grupo Geopost, trouxe à tona uma visão abrangente do consumidor digital. Mesmo em um ano desafiador como 2023, o e-commerce no Brasil não apenas se manteve firme, mas também apresentou crescimento.

Cerca de 68% da população realizou compras online, um aumento de 3% em relação ao ano anterior. Os consumidores brasileiros receberam em média 3,8 encomendas por mês, com roupas e itens de moda liderando as compras (48%), seguidos por calçados, produtos de beleza e saúde (43%).

A percepção do e-commerce é majoritariamente positiva: 79% dos entrevistados veem como economia de tempo; 65% como redução de estresse em comparação com lojas físicas; e para 53%, a conveniência se mantém mesmo com a possibilidade de devoluções.

Além de tudo isso, metade dos consumidores acredita que quase todos os produtos necessários estão disponíveis online. O estudo também revelou que 59% dos e-shoppers brasileiros compram em sites internacionais, buscando principalmente melhores negócios.

Principais critérios de compra

Quando se trata de critérios de compra, os consumidores valorizam principalmente entregas gratuitas (48%), descrições detalhadas do produto (26%) e preços transparentes sem taxas ocultas (23%).

A devolução gratuita também é importante para 20% dos entrevistados. O preço do produto é decisivo para 77%, enquanto 72% acreditam que economizam dinheiro comprando online.

O mercado C2C (consumer-to-consumer, ou “consumidor para consumidor”, em tradução livre) tem mostrado um crescimento notável: 53% dos entrevistados utilizam plataformas para comprar ou vender produtos usados.

As motivações incluem economizar dinheiro, obter uma renda extra e liberar espaço. Apesar de apenas 21% dos brasileiros venderem em plataformas C2C, o potencial para expansão é significativo.

Representatividade dos millennials no e-commerce nacional

A geração dos millennials, nascidos entre as décadas de 1980 e 1990, tem mostrado uma presença marcante no e-commerce brasileiro. Com 61% de todas as compras realizadas por esse público, eles representam uma parcela significativa do mercado online.

Em média, os millennials têm uma participação de 10,9% no total de compras online entre todas as categorias de produtos, evidenciando sua influência nas tendências de consumo. Além disso, essa geração recebe quase 4 encomendas por mês, o que demonstra a frequência e a confiança que depositam nas compras pela internet.

Aficionados e heavy buyers

Os heavy buyers, ou compradores assíduos, são aqueles que realmente se destacam no cenário do e-commerce. Eles são responsáveis por 54% do total de todas as compras online, com uma participação média de 17,8% no total de compras entre todas as categorias.

No ano de 2023, os heavy buyers receberam em média 7 encomendas por mês, de 8 categorias diferentes de produtos, com destaque para itens de beleza e cuidados pessoais. Esses dados ressaltam a importância desse grupo para o varejo online e como eles diferem dos consumidores comuns pela frequência e diversidade nas suas compras.

Entrega e recebimento da compra

A conveniência na entrega e recebimento das compras é um aspecto crucial para a satisfação do cliente no e-commerce. Cerca de 65% consideram importante saber qual transportadora é responsável pela entrega, buscando mais segurança na transação.

Os e-shoppers têm preferências claras: notificações em tempo real sobre o status da entrega, previsão da hora da entrega, opções para receber no mesmo dia ou onde estiverem são altamente valorizadas.

Além disso, 84% dos compradores brasileiros consideram importante ser informados sobre o prazo exato de entrega dentro de um intervalo de uma hora e poder escolher o dia e horário específicos para recebimento.

Quanto ao processo de devolução, 7% devolveram sua última compra e desses, 49% consideraram o processo positivo e sem esforços.

Sustentabilidade logística

A sustentabilidade tem se tornado um fator cada vez mais relevante na decisão de compra online. Oito em cada dez respondentes se mostraram atraídos por opções de entregas ambientalmente sustentáveis.

Cerca de 68% afirmaram que escolher alternativas ecologicamente corretas é importante ao realizar compras online. Para os consumidores, o uso de veículos com baixas emissões é visto como a melhor opção por 41%, enquanto 39% consideram relevante a opção de combinar vários produtos para serem entregues juntos como uma forma sustentável.

Entre em contato com a R. Baccin

Ao longo deste artigo, exploramos o impacto significativo do e-commerce nacional no varejo total, destacando o crescimento do número de compradores online e a preferência por roupas e itens de moda.

Discutimos a importância dos millennials e dos heavy buyers no mercado, os principais critérios de compra que incluem entregas grátis e descrições detalhadas de produtos, além da relevância da conveniência na entrega e da sustentabilidade logística.

Convidamos você a se inscrever em nossa newsletter para se manter atualizada com os últimos dados de mercado e tendências do mundo da moda e varejo.

E se deseja conhecer mais sobre como a R. Baccin pode ajudar sua marca ou loja a prosperar no universo digital, entre em contato conosco online, via WhatsApp, e presencialmente. Estamos prontas para impulsionar seu negócio no dinâmico mercado do e-commerce.

 

E-mail: atendimento@rbaccin.com.br 

WhatsApp: (11) 3221-3100

Rua José Paulino, 744 – Bom Retiro, São Paulo/SP

Compartilhe esta informação!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on whatsapp
Deixe um comentário
Buscando algum artigo?
Posts Recentes
moda masculina para o inverno 2024: homem com roupas de frio
Masculina

A moda masculina para o inverno 2024!

As tendências da moda masculina para o inverno 2024 trazem poucas novidades, mas algumas releituras sutis do que foi moda há não muito tempo atrás.  Mudanças discretas refletem um movimento

Leia mais »
Redes Sociais